Teste sua habilidade como investidor

Por Michael Viriato

Segundo o pesquisador Shane Frederick, os indivíduos com maior habilidade cognitiva tendem a viver mais, obterem maiores rendimentos e serem menos suscetíveis a ilusões visuais. Para testar essa habilidade ele criou um questionário com apenas três perguntas.

Esse teste foi replicado pelo especialista em finanças comportamentais, James Montier. Ele argumenta que o teste está alinhado com a possibilidade de investidores caírem em armadilhas comportamentais que poderiam levar a decisões financeiras inadequadas.

Convido você a responder ao teste de Frederick abaixo e avaliar sua habilidade como investidor.

1 – Um bastão e uma bola custam juntos R$ 1,10 no total. O bastão custa um Real a mais que a bola. Quanto custa a bola?

2 – Se demora cinco minutos para cinco máquinas produzirem cinco fichas, quanto tempo demoraria para 100 máquinas produzirem 100 fichas?

3 – Em um lago há um espaço com aguapés (plantas aquáticas). Todos os dias o número de aguapés duplica. Se leva 48 dias para o volume de aguapés cobrir todo o lago, quanto tempo demoraria para os aguapés cobrirem a metade do lago?

Esse teste foi aplicado por Shane com 3.428 estudantes universitários americanos. O estudo apresenta que apenas 17% dos respondentes acertaram todas as questões e 33% dos entrevistados não acertou nenhuma questão. Curiosamente, apenas 20% dos estudantes da Universidade Harvard acertaram todas as questões.

Montier também aplicou o teste com 600 profissionais da área de investimentos e apenas 40% destes acertaram todas as três perguntas.

O teste foi cuidadosamante elaborado de forma que o respondente que decide sem refletir é iludido por uma resposta óbvia, mas errada (R$0,10, 100 minutos e 24 dias).

Entretanto, as respostas corretas são R$0,05, 5 minutos e 47 dias, respectivamente.

Conforme afirmado por um dos maiores investidores do mundo, Warren Buffett, “A qualidade mais importante para um investidor é o controle emocional, não o intelecto”.

Referências:
Frederick S., “Cognitive reflection and decision making”, Journal of Economic Perspectives (2005).
Montier J, “The Little Book of Behavioral Investing: How not to be your own worst enemy”, Wiley (2010).