Planejando sua aposentadoria

Por Michael Viriato

Uma das maiores e menos planejadas despesas dos indivíduos é a aposentadoria. O recente debate sobre a reforma da previdência pública atraiu a atenção de todos para a importância de se planejar. Entretanto, como a aposentadoria costuma estar muito distante e o planejamento para ela significa abdicar de consumo hoje, o adiamento do início é o usual.

Aqui vai a principal dica. O quanto antes começar, menos doloroso e mais fácil será a construção do plano para custear sua aposentadoria. O cálculo para se chegar ao valor a poupar mensalmente envolve muitas premissas e variáveis, mas vamos simplificar.

Consideraremos três casos típicos de indivíduos com 25, 35 e 50 anos de idade. Assumimos que todos os três se aposentam aos 65 anos de idade e gozam do benefício previdenciário por 30 anos. Definimos todos os números a valores de hoje de forma que não precisamos corrigi-los pela inflação. Portanto, quando falamos em um ganho de R$1.000 em 30 anos esse montante compraria os mesmos bens hoje.

Resta apenas definir a taxa de juros real (acima da inflação) nos dois períodos, o de acumulação e o de benefício. Considerando que se invista de forma conservadora com um ganho anual líquido de IR e acima da inflação de 3,66%, teremos um ganho mensal de 0,30% durante o período de acumulação. Para o período de benefício da aposentadoria foi considerado um rendimento sobre os investimentos de apenas 0,25% ao mês.

Agora basta escolher qual o perfil de idade que melhor se encaixa com você e definir a renda mensal desejada na aposentadoria. A tabela abaixo mostra o valor que é necessário poupar mensalmente de acordo com a idade e com o valor do benefício mensal na aposentadoria. Para o caso do indivíduo que inicia sua poupança com 25 anos, é necessário fazer investimentos mensais de R$221,56 para ter a renda de R$1.000,00 por mês na aposentadoria. Caso o mesmo investidor deseje ter uma renda mensal de R$10.000,00, basta multiplicar por dez o valor a poupar mencionado, ou seja, R$2.215,61.

Montante a contribuir mensalmente até a aposentadoria em função da idade de início e do valor do benefício mensal durante a aposentadoria.

Observe que o tempo e a “mágica” dos juros compostos favorecem aqueles que iniciam os investimentos cedo.

A parte ascendente dos gráficos abaixo representa o período de poupança. O segmento descendente, apresenta o tempo em que o benefício da aposentadoria é recebido. Perceba pelos três gráficos abaixo que a inclinação no período de poupança é maior para quem começa a poupar mais tarde (gráfico da direita). Quem começa mais tarde tem menos tempo para acumular. Portanto, deve fazer um esforço adicional, investindo mensalmente um valor maior.

Gráficos dos montantes investidos de acordo com a idade de início de contribuição para a aposentadoria

Ressalto que essa é apenas uma simulação para que você inicie hoje seu plano, mas será necessário um pouco mais de detalhe e trabalho para se ter um plano customizado para você. Adicionalmente, para ter mais informação sobre a previdência pública e as possíveis mudanças caso a reforma anunciada seja aprovada, consulte o especial de previdência no link.