Cinco dicas para chegar mais rápido ao primeiro milhão, investindo com baixo risco

Comugnero Silvana/ Fotolia

Dentre as metas financeiras, a de chegar ao primeiro milhão é a primeira que todos colocam em suas listas de desejos. O que poucos sabem é que há um conjunto de fatores que podem levar mais rápido a este objetivo. Existem dois grandes desafios na implementação destes fatores. O primeiro é iniciar o processo. Somos […]

Leia Mais

O que é melhor, um título com ou sem pagamento de juros intermediário

Investidores decidindo investimento no mercado financeiro – Paulo Whitaker / Reuters

O investidor em títulos de renda fixa, tanto de emissores privados, como de públicos, por meio da plataforma do tesouro direto, usualmente, se depara com a dúvida entre escolher os títulos com, ou sem, pagamento de juros intermediários. Existem vantagens e desvantagens em cada um, mas o atual momento sugere a escolha de um deles. […]

Leia Mais

Saiba por que você deveria ter um plano de previdência privada

Há três razões que justificam seu portfólio possuir produtos de previdência privada do tipo VGBL ou PGBL. – Fotolia

Antigamente desinteressantes, os planos de previdência reconhecidos por suas iniciais, VGBL e PGBL, evoluíram e hoje devem ser considerados em seu portfólio de investimentos. No passado, a falta de apelo sobre o produto era justificada por dois motivos: elevadas taxas e produtos com baixa rentabilidade e pouca especialização. O crescimento da concorrência no setor de […]

Leia Mais

Descubra cinco investimentos para você viver de renda

Entardecer na praia de Copacabana – Rubens Chaves – 31.dez.15/Folhapress

Viver de renda é um sonho de todos. Entretanto, a queda da taxa Selic para 6,50% ao ano trouxe para baixo o rendimento de todas as aplicações financeiras, pois todos os rendimentos da economia são uma função da taxa básica. E isto fez com que este sonho ficasse um pouco mais difícil de ser atingido. […]

Leia Mais

Qual o impacto da eleição para os investidores do Tesouro Direto?

Fachada do Banco Central de Chicago (Federal Reserve of Chicago) – Michael Viriato

Os investidores mais conservadores que optaram pela popular plataforma do Tesouro Direto têm sentido no bolso o custo da incerteza eleitoral. Sem compreender a dinâmica do mercado de juros, indagam como estão perdendo, mesmo sem o Banco Central estar elevando a taxa de juros. Estes investidores foram levados pelas notícias de ganhos mais elevados que […]

Leia Mais

O que tem acontecido com as ações pagadoras de dividendos?

Placa de sinalização de Wall Street em Nova Iorque – Michael Viriato

Normalmente consideradas o porto seguro do mercado acionário, as ações de empresas com elevado nível de dividendos têm decepcionado os investidores ultimamente. Desta forma, comento as razões que justificam o desempenho inferior e as perspectivas. Segundo a Anbima, dos R$ 249 bilhões em ativos investidos em fundos de ações, ao final de julho de 2018, […]

Leia Mais

Tesouro Direto: por que a maioria está resgatando e o que você deveria fazer?

Zé Vicente

Segundo dados do Tesouro Nacional, desde agosto de 2017 os investidores têm mais resgatado do que aplicado em títulos na plataforma Tesouro Direto. Três razões explicam esse movimento dos investidores. Entretanto, o que parece ser algo ruim, na verdade é uma oportunidade que está sendo desperdiçada. Conforme pode ser visto no gráfico abaixo, depois de […]

Leia Mais

Como investir em renda fixa no atual cenário de taxas mais baixas

(Marcos Santos/ USP Imagens)

Com a queda da taxa Selic para 6,75% ao ano, o CDI, que é base para remuneração para a maioria dos investimentos de renda fixa, passou a render apenas 0,54% ao mês (6,64% ao ano). A velocidade da queda dos juros surpreendeu muitos investidores e vários ainda não conseguiram adequar seus portfólios à nova realidade […]

Leia Mais

Marcação de títulos a mercado ou na curva; como isso afeta seu portfólio?

Investidores que possuíam títulos referenciados a IPCA marcados na curva, observaram em 2017, um retorno pior que aqueles marcados a mercado. Esse fato, faz com que se imagine que a marcação a mercado dos títulos sempre produza uma rentabilidade maior. Entretanto, a vantagem no curto prazo que a marcação a mercado teve foi apenas uma […]

Leia Mais

Onde investir em 2018

Revertendo o espaço perdido nos meses anteriores, no mês de dezembro o mercado financeiro no Brasil acompanhou o bom humor internacional. O mês de dezembro foi um reflexo do comportamento do ano, ou seja, um período com forte volatilidade, mas em que os mercados de risco apresentaram valorização que compensou este risco. O ano de […]

Leia Mais